Projetos em Curso

PROJETO

Desde 2019 – Turismo Religioso e Sustentabilidade

Portugal tem uma recente estratégia de desenvolvimento do Turismo Religioso. Compreendida a não sazonalidade de parte muito forte deste nicho de mercado, o turismo religioso foi contemplado com a classificação de produto turístico prioritário no Plano Estratégico do Turismo 2013-2015.

Sistematizada essa opção estratégica no projeto do Turismo de Portugal «Paths of Faith», ele contempla três linhas de aposta: a Memória e a Herança Judaica (Sefardita), os locais de Culto Mariano e os Caminhos de Santiago.

Trata-se de um público, em boa medida, com um nível cultural acima da média, com interesses culturais que valorizam bastante o nosso património, e com um poder de compra também acima do turista padrão. Assim, trata-se de um turismo não sazonal, com apetência por produtos que acrescentam valias culturais, e com capacidade de aquisição de produtos locais e regionais, mesmo que mais caros que os de circulação mais alargada.

É um turismo especialmente vocacionado para as chamadas zonas de baixa densidade, com potencial de crescimento em zonas onde, assim, o tecido empresarial local e regional pode investir com certo retorno num prazo muito razoável. Os dados estatísticos confirmam que os mercados emissores do turismo religioso são dispares e com características muitos assimétricas, o que obriga a um conhecimento aprofundado por parte da oferta turística. Atualmente os principais turistas são oriundos de países como a Coreia do Sul, Filipinas e Estados Unidos, estando a ser trabalhados os mercados da Itália, Rússia, Ucrânia, Brasil, Canadá e Polónia e Israel, seja na ligação a Fátima ou relacionados com a herança judaica.

É neste quadro que a Linha de Investigação em Turismo Religioso e Sustentabilidade desenvolverá o seu trabalho, em parceria com a área das Ciências das Religiões da Faculdade de Ciências Sociais, Educação e Administração da ULHT, começando inicialmente por responder aos seguintes objetivos:

  • contribuir para a definição dos vários perfis que definem este tipo de turista;
  • capacitar os destinos de ferramentas que possibilitem o cross selling do turismo religioso em territórios de baixa densidade;
  • Capacitar os guias-intérpretes e outros profissionais de informação turística especializados em turismo religioso, aprofundando as componentes de religião, cultura e património.

Equipa de Investigação: Paulo Mendes Pinto (ULHT), Mafalda Patuleia (ULHT), Marco Noivo (ULHT) e Maria João Silveira (ULHT).

Since 2019 – Religious Tourism and Sustainability

Portugal has a recent strategy for the development of Religious Tourism. Understanding the non-seasonality of a very strong part of this market niche, religious tourism was contemplated with the classification of priority tourism product in the Tourism Strategic Plan 2013-2015.
Systematized this strategic option in the “Paths of Faith” Tourism of Portugal project, it contemplates three lines of betting: the Memory and the Jewish Heritage (Sephardic), the places of Marian Worship and the Ways of St. James.
It is a public, in good measure, with an above average cultural level, with cultural interests that greatly value our heritage, and with a purchasing power also above the standard tourist. Thus, it is a non-seasonal tourism, with an appetite for products that add cultural value, and with the ability to acquire local and regional products, even if they are more expensive than those with wider circulation.
It is a tourism especially aimed at so-called low-density areas, with growth potential in areas where the local and regional business fabric can invest with a certain return in a very reasonable time. The statistical data confirm that the markets for religious tourism are disparate and have very asymmetrical characteristics, which requires in-depth knowledge on the part of the tourist offer. Currently the main tourists come from countries such as South Korea, the Philippines and the United States, and the markets of Italy, Russia, Ukraine, Brazil, Canada and Poland and Israel are being worked on, either in connection with Fatima or related to the Jewish heritage.

It is in this framework that the Line of Research in Religious Tourism and Sustainability will develop its work, in partnership with the area of Religious Sciences of the Faculty of Social Sciences, Education and Administration of ULHT, starting initially by responding to the following objectives:
– contribute to the definition of the various profiles that define this type of tourist;
– to provide destinations with tools that enable cross selling of religious tourism in low-density territories;
– To qualify interpreter-guides and other tourist information professionals specialized in religious tourism, deepening the components of religion, culture and heritage.

Research Team: Paulo Mendes Pinto (ULHT), Mafalda Patuleia (ULHT), Marco Noivo (ULHT) e Maria João Silveira (ULHT).

PROJETO

Desde 2019 – Creative Tourism

 

Objectives:
– To characterize the profile of the creative entrepreneur: their motivations, performance measures, competencies, driving factors, barriers, satisfaction, etc.;
– To analyze how it works in network with other local entrepreneurs;
– To understand how a particular place or city can attract/retain creative entrepreneurs.

What we provide:
For those who answer the questionnaire:
We are strongly committed to providing you with the benefits of answering the questionnaire, in particular:
– A summarized report on the results of the study, which could help each entrepreneur to develop his or her business in a sustainable way;
– For those who wish, we are seeking to make a book that shows their activities and which could be an excellent means of dissemination.

For the localities/cities/entities that collaborate in the diffusion of the questionnaire:
A detailed report on the results of the study, which may contribute to each destination assessing its competitiveness as a creative tourist destination. Based on this analysis and the information contained in the report, the destination may develop strategies that are more in line with the competitiveness factors.

For society:
The results will be mostly articles, books and chapters in scientific.
However, it is also intended to create a model that is applicable by society in general, including municipal decision makers, local tourism managers, among others so that they can develop creative tourist destinations.

About Us:
The research team is composed by seven senior and junior researchers from Universidade Lusófona (Portugal); Universidad de Sevilla (Spain): Álvaro Lopes Dias (ULHT), Francisco Espasandín (Universidade de Sevilha), João Pedro Estevão (ULHT), Mafalda Patuleia (ULHT), Marco Noivo (ULHT), Maria João Silveira (ULHT) e Maria Rosário Gonzalez Rodriguez (Universidade de Sevilha).

Turismo Criativo

Inserido na lógica da necessidade de segmentar o turismo, através de novas conceções sobre produtos e destinos turísticos, o tema do turismo criativo tem sido objeto de intensa pesquisa nas últimas duas décadas (por exemplo, Bruin & Jelinc, 2016; Richards & Wilson, 2006). A discussão envolve vários temas, tais como turistas criativos (Ali, Ryu, & Hussain, 2016; Tan, Kung, & Luh, 2012; Tan, Tan, & Luh, 2015), a atmosfera (Maitland, 2010; Santagata & Bertacchini, 2011), empresários criativos (Komppula, 2014; Mottiar, 2007; Richards, 2011b), marketing de destino (Dias-sardinha, Ross, & Gomes, 2018), o papel das entidades públicas (Clare, 2012) ou do próprio produto criativo (Binkhorst & Den Dekker, 2009; Drake, 2003). O turismo criativo está relacionado com uma experiência compartilhada de aprender-fazendo abraçando um conjunto de atividades de aprendizagem experiencial (De Bruin & Jelincic, 2016). Além disso, esse engajamento interativo do turismo criativo (Dias-sardinha et al., 2018) envolve a promoção da cultura local e experiências autênticas (Remoaldo & Cadima-Ribeiro, 2019) “somente alcançáveis se os ‘palestrantes’ responsáveis pela condução das atividades criativas forem pessoas locais e forem capazes de realizar atividades criativas embutidas na cultura e herança local/regional” (p. 87).

Apesar do turismo criativo estar a ser abordado sob vários pontos de vista, produtos e processos, elementos facilitadores, marketing, sustentabilidade, entre outros, (Richards & Wilson, 2006), ainda não construído um modelo integrador, que reúna todas as suas dimensões e possibilite a perspetiva da competitividade do destino criativo.

Assim esta pesquisa tem como objetivo apresentar um modelo de competitividade de um destino turístico criativo. O modelo apresenta quatro dimensões essenciais: elementos centrais (produtos e processos, viajantes e empreendedores), capacitadores (engajamento comunitário e competências de stakeholders), desenvolvedores (marketing e comunicação) e sustentabilidade.

Objetivos:

  • Apresentar um modelo integrador de competitividade de um destino turístico;
  • Tornar a ULHT num polo de competências nesta área;
  • Promover o desenvolvimento regional através de soluções diferenciadoras e criativas;
  • Diminuir as assimetrias dos destinos turísticos, promovendo a desconcentração territorial.

Equipa de Investigação: Álvaro Lopes Dias (ULHT), Francisco Espasandín (Universidade de Sevilha), João Pedro Estevão (ULHT), Mafalda Patuleia (ULHT), Marco Noivo (ULHT), Maria João Silveira (ULHT) e Maria Rosário Gonzalez Rodriguez (Universidade de Sevilha).

 

PROJETO

Desde 2019 – Determinantes de sucesso no alojamento turístico

Objetivos

  • Contribuir para o debate académico em torno dos determinantes de sucesso que contribuam para o desenvolvimento do alojamento turístico;
  • Identificar quais os determinantes da satisfação dos clientes de Alojamento Local e Hotéis;
  • Contribuir para a identificação de ferramentas que possam reduzir custos e aumentar o valor para o cliente, na gestão hoteleira:
    • analisar a associação entre as características dos hotéis e as ferramentas de lean management por eles utilizadas;
    • analisar se as características dos hotéis e as ferramentas de lean management utilizadas estão associadas à satisfação dos clientes;
    • analisar se as características dos hotéis, as ferramentas de lean management utilizadas, e a satisfação dos clientes, estão associados ao preço praticado pelos hotéis.

Determinants of success in tourist accommodation

Goals

  • To contribute to the academic debate on the determinants of success that contribute to the development of tourist accommodation;
  • Identify the determinants of customer satisfaction of Local Accommodation and Hotels;
  • Contribute to the identification of tools that can reduce costs and increase value to the customer in hotel management:

-analyze the association between the characteristics of hotels and the lean management tools used by them;
-analyze whether the characteristics of the hotels and the lean management tools used are associated with customer satisfaction;
-analyze whether the characteristics of hotels, the lean management tools used, and customer satisfaction are associated with the price charged by hotels.

Equipa de Investigação/ Research Team: Álvaro Lopes Dias (ULHT), João Pedro Estevão (ULHT), Mafalda Patuleia (ULHT) e Maria João Machado (ULHT).

PROJETO

(2019-2021) Projecto de gestão de serviços para a implementação efetiva do PRODESI em Angola

Entidades: Governo de Angola (Ministério de Economia e do Planeamento); Banco Africano de Desenvolvimento; PRODESI (Programa de apoio à produção, diversificação das exportações e substituição de importações)

Parceiros: ULHT – Eduardo Moraes Sarmento e Pahl Consulting

Metas: Expandir o setor não petrolífero através da melhoria do ambiente de negócios do país, aumentar a produtividade e competição, encorajar a atração de investimentos externos. Os principais pilares do *PRODESI são: (i) substituição de importações com ênfase no desenvolvimento de cadeias de valor e incentivo ao setor privado no agronegócio; (ii) promoção e diversificação das exportações do setor não petrolífero; (iii) criação de um ambiente de negócio para o desenvolvimento do setor privado e atrair investimento e participação dos privados na economia; (iv) desenvolvimento das infraestruturas e (v) desenvolvimento do capital humano; (vi) avaliação da estratégia para implementar a cadeia de valor do turismo.

 

PROJETO

(2019-2022) O papel das estratégias de desenvolvimento local na sustentabilidade e na competitividade das economias locais dos territórios de baixa densidade, em Portugal. O caso das CIMs “Beiras e Serra da Estrela” (CIMBSE) e do “Alentejo Central” (CIMAC)

O projeto é transversal entre as áreas da sociedade, da economia, da política, da segurança e  do turismo.

The project is transversal between the areas of society, economy, politics, security and tourism.

Centro de apoio: CIPES – Centro de Investigação em Política, Economia e Sociedade. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

Coordenador de Projeto: Eduardo Moraes Sarmento

Parceiros/Partners:

CIPES – Centro de Investigação em Política, Economia e Sociedade.

CEO – Centro de Investigação de Economia e das Organizações

CIMAC – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central

Objectivos:

Definir o papel e matriz das Estratégias de Desenvolvimento Local para a sustentabilidade e competitividade das economias locais dos territórios de baixa densidade em Portugal continental. O estudo empírico a desenvolver centra-se nos territórios locais de baixa densidade das Regiões do Centro (Cova da Beira, Serra da Estrela e Beira Interior Norte) e do Alentejo Central de Portugal Continental com o propósito de os caracterizar e analisar do ponto de vista de uma estratégia supramunicipal para o desenvolvimento sustentado.

Goals:

Define the role and framework of Local Development Strategies for the sustainability and competitiveness of local economies in low density territories in Portugal. The empirical study to be developed focuses on the low density local territories of the Centre Regions (Cova da Beira, Serra da Estrela and Beira Interior Norte) and the Central Alentejo of mainland Portugal with the purpose of characterising and analysing them from the point of view of a supra-municipal strategy for sustainable development.

Desde 2018 – Barómetro do Alojamento Local Em Portugal

PROJETO

A segunda edição do Barómetro do Alojamento Local, um estudo da HomeAway®, plataforma especialista em alojamentos para férias, realizado em colaboração com o Centro de Investigação em Comunicação Aplicada e Novas Tecnologias (CICANT) e com o Departamento de Turismo da Universidade Lusófona, voltou a inquirir os portugueses com o objetivo de analisar o perfil do viajante que escolhe alojamento local para férias.

The second edition of the Local Accommodation Barometer, a study by HomeAway®, a specialist platform in holiday accommodation, carried out in collaboration with the Research Centre for Applied Communication and New Technologies (CICANT) and the Department of Tourism of the Lusophone University, has once again surveyed the Portuguese with the aim of analysing the profile of the traveller who chooses local accommodation for holidays.

Equipa de Investigação/Research team:

Manuel José Damásio (ULHT), Álvaro Lopes Dias (ULHT), Mafalda Patuleia (ULHT) e Diogo Morais (ULHT).

 

PROJETO

(2018-2021) – muSEAum (PTDC/EGE-OGE/29755/2017)

Objectivos:

Pretende-se criar e desenvolver um ecossistema competitivo e sustentável de museus baseado na marca coletiva muSEAum Museus de Mar de Portugal/Sea Museums of Portugal.

O projeto incidirá na investigação, avaliação e teste, numa parceria de formação ao longo da vida e co-inovação, com uma amostra de museus de todo o país, de um modelo prático e flexível de captação e desenvolvimento de novos públicos – apreciadores das coisas do mar, da história marítima de Portugal, das artes de navegação e da pesca, de modos de vida marítimos, da arte inspirada no mar.

O projeto está focado na exploração e desenvolvimento de técnicas de marketing e branding, no desenho e na atratividade da experiência de visitante, no aperfeiçoamento de competências em marketing digital e nas atuais melhores práticas de museus nacionais.

Projeto integrado na Estratégia Nacional para o Mar 2018-2020.

Goals:

The aim is to create and develop a competitive and sustainable ecosystem of museums based on the muSEAum Museus de Mar de Portugal/Sea Museums of Portugal collective brand.

The project will focus on research, evaluation and testing, in a partnership of lifelong training and co-innovation, with a sample of museums from all over the country, of a practical and flexible model for capturing and developing new audiences – lovers of things from the sea, Portugal’s maritime history, navigation and fishing arts, maritime lifestyles, art inspired by the sea.

The project is focused on the exploration and development of marketing and branding techniques, on the design and attractiveness of the visitor experience, on the improvement of digital marketing skills and on the current best practices of national museums.

Project integrated in the National Strategy for the Sea 2018-2020

Translated with www.DeepL.com/Translator (free version)

Montante financiado pela FCT: €231.716,00.

Centro de Apoio: CICANT

Investigador integrado: Eduardo Moraes Sarmento

Duração: 2018-2021

 

PROJETO

(2017-2020) Erasmus+ Programme: Strategic Partnership (Key action 2)

Número do Processo: KA202-2017-014

Nome: Professional SMEs in tourism – transnational development of skills acquisition.

Pretende-se criar uma plataforma digital para as PME’s de Billund (Dinamarca), Bornemouth (Inglaterra), Região do Alentejo (Portugal) e aferir da aceitação e uso de plataformas digitais no âmbito do marketing e do processo de negócio. Serão propostas medidas de atuação para cada empresa.

The aim is to create a digital platform for PMEs in Billund (Denmark), Bornemouth (England), Alentejo Region (Portugal) and to measure the acceptance and use of digital platforms within the marketing and business process. Action measures will be proposed for each company.

Parceiros/Partners:

Ringkøbing-Skjern Kommune – Ringkøbing – Denmark (coordenador)

Universidade Lusófona – Eduardo Moraes Sarmento (investigador integrado).

Turismo de Portugal

Bournemouth University – United Kingdom

Bournemouth Borough Council – United Kingdom

Duração: 1 setembro de 2017-2020